sábado, 18 de maio de 2013

18 DE MAIO dia NACIONAL do enfrentamento ao abuso e exploração sexual a CRIANÇAS E ADOLESCENTES.



DIA 18 DE MAIO DIA NACIONAL DO COMBATE A EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: POR QUE 18 DE MAIO? A data 18 de maio foi escolhida em memória a Araceli Cabrera Sanches, uma menina de 8 anos, seqüestrada, drogada, estrupada e cruelmente assassinada por membros de uma tradicional família de Vitória/ES, em 18 de maio de 1973. O dia 18 de maio foi instituído pela Lei Federal N 9.970/00 como Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças a partir da mobilização de entidades governamentais e não governamentais durante o I Encontro do ECPAT Brasil, em Salvador/BA TIPOS DE VIOLÊNCIA Violência Sexual é qualquer situação de jogo, ato ou relação sexual, heterossexual ou homossexual, envolvendo uma pessoa mais velha e uma criança e adolescente. A violência sexual pode ocorrer na forma do abuso sexual intra-familiar (dentro da família) ou extra-familiar (fora da família) e da exploração sexual (turismo para fins sexuais, pornografia infanto-juvenil, trafico para fins sexuais e da prostituição). É IMPORTANTE SABER - As vítimas podem ser meninos ou meninas; - Os agressores geralmente são homens e mulheres próximos à vítima: pais, padrastos, madrastas, parentes, amigos e vizinhos; - Na maioria dos casos a violência acontece dentro de casa; - A violência sexual ocorre em todas as classes sociais; - Para cada caso denunciado há inúmeros casos em função do medo, vergonha, intenção de proteger o agressor e a família ou por descrédito à vítima; - Dê atenção quando a criança falar que sofreu violência sexual; - Nem sempre a agressão sexual contra crianças e adolescentes apresenta lesões corporais evidentes. Porém, sempre ocorre alteração de comportamento. SINAIS DE VIOLÊNCIA - Dor, inchaço, lesões ou sangramento nas regiões genitais e anais; - Doenças sexualmente transmissíveis diagnosticadas com pruridos nas regiões genitais, infecções urinárias, odor vaginal, corrimento ou outras secreções vaginais e penianas e cólicas intestinais; - Pesadelos, dificuldades para dormir, medo do escuro e de monstros; - Alterações de comportamento da criança e do adolescente, como isolamento, depressão, agressividade, fugas freqüentes de casa e queda de rendimento escolar.


- TEM COISAS QUE NÃO DA PRA FINGIR QUE NÃO VE , DENUNCIE ... 
A cada segundo existe uma CRIANÇA SENDO VIOLENTADA MAL-TRATADA não feche os olhos pra a Triste realidade DENUNCIE ... DISK 100





Um comentário:

  1. Está rolando sorteio nos blogues Papo de Mãe e Educar-O primeiro passo. Para participar basta acessar o links http://www.educar-oprimeiropasso.com/2013/05/parceria-studio-personal-music.html
    http://toninha-ferreira.blogspot.com.br/2013/04/sorteio-de-um-relogio.html
    Tenha um domingo abençoado.
    Bju

    ResponderExcluir